COMPRE NAS DROGARIAS LETÍCIA

COMPRE NAS DROGARIAS LETÍCIA
DIREÇÃO ANTÔNIO CARLOS

segunda-feira, 21 de agosto de 2017

SINEBAHIA ILHÉUS OFERECE 16 VAGAS DE EMPREGO NESSA TERÇA-FEIRA


Confira abaixo as vagas de emprego disponíveis nessa terça-feira (22) na agência do SineBahia Ilhéus, que fica na sala 13 do SAC, situado na Rua Eustáquio Bastos, 308, Centro.

Não esqueça de levar a carteira de trabalho, RG, CPF, comprovante de residência e de chegar antes das 9.

Muitos candidatos se antecipam e preenchem as vagas por meio do site Mais Emprego.

Por esse motivo, acontece do pretendente ir até o SAC e não encontrar a oportunidade anunciada pelo Blog do Gusmão.

Recomendamos aos candidatos que se cadastrem no site quando forem a uma agência do SineBahia.

AÇOUGUEIRO

Ensino Fundamental
Experiência de 06 meses comprovada na carteira

01 VAGA

COZINHEIRO GERAL

Ensino Fundamental Completo

Experiência em hotelaria de 06 meses comprovada em carteira

01 VAGA

GERENTE COMERCIALEnsino Médio Completo 
Experiência de 06 meses comprovada em carteira 
01 VAGA

:: LEIA MAIS »

Homicídio no Fátima; jovem é morta a tiros


Maiquelle Santos de Jesus, 13 anos, foi morta a tiros na rua São Sebastião, no bairro de Fátima. O crime ocorreu no final da tarde desta segunda feira (21). Ainda não se tem informações sobre autoria e motivação do homicídio. A informação na cena do crime é de que a jovem estava jurada de morte. Ela foi executada com um dos cinco tiros de pistola disparados na cabeça quando se encontrava em frente a um bar. O Samu 192 ainda foi acionado, mas a garota já estava morta. A polícia militar preservou o local do assassinato enquanto aguardava a chegada da polícia técnica. Foi o 5º homicídio de agosto e o 83º de 2017 em Itabuna.

Milton Mendes é demitido do Vasco

Milton Mendes não é mais treinador do Vasco. Ele não resistiu à série de cinco rodadas sem vencer no Campeonato Brasileiro e foi demitido nesta segunda-feira (21), dia seguinte da derrota por 3 a 0 para o Bahia, em Salvador. A diretoria ainda não anunciou o substituto, mas o favorito para assumir o cargo é Zé Ricardo, que deixou o Flamengo recentemente. O presidente Eurico Miranda vai dar uma entrevista coletiva em São Januário às 17h15. Sob o comando de Milton, o Cruz-Maltino disputou 27 jogos. Venceu 11, perdeu 10 e empatou seis. Sua estreia aconteceu no dia 22 de março, no triunfo por 1 a 0 diante do Madureira, pelo Carioca. Milton foi o segundo técnico do Vasco na temporada. Ele substituiu Cristóvão Borges, também demitido. O Vasco está em situação delicada no Brasileiro. A equipe despencou na tabela e ocupa o 16° lugar, apenas dois pontos à frente do São Paulo, que encabeça a zona do rebaixamento. No sábado, o time enfrenta o Fluminense, às 16h, no Maracanã. (G1)

Justiça mantém cassação do prefeito de Poções


O vice-prefeito de Poções, Jorge (PDT) entrou com um recurso na justiça eleitoral para reverter a decisão eleitoral que cassou a chapa eleita em 2016. Mas a juíza Daniele Oliveira, titular da 59ª eleitoral indeferiu o recurso. O prefeito Leandro Mascarenhas (PTB), e seu vice, Jorge Luiz (PTB), tiveram os mandatos cassados em dois processos. O primeiro a justiça que considerou que houve prática de compra de votos na eleição de 2016. Já no segundo os dois são acusados de captação ilícita de recursos para a campanha do pleito municipal de 2016. (PSB)

domingo, 20 de agosto de 2017

PMs precisam até de aval do tráfico para entrar em sete favelas com UPPs



Com formação deficiente, agentes são impedidos de entrar até em becos e vielas, como ocorre na Rocinha






POR VERA ARAÚJO E DAYANA RESENDE

Treinamento da Policia militar: subtenente Araújo com soldados em simulação de comunidade - Antonio Scorza / Agência O Globo


PUBLICIDADE


ÚLTIMAS DE RIO
'Não vamos deixar impune', garante sogro de mãe de gêmeos morta após sofrer hemorragia na Baixada 20/08/2017 19:21
Mulher atacada por motorista de uber com arma de choque20/08/2017 17:36
'As pessoas convivem com a violência a toda hora', diz sobrinho da senhora morta no Jacarezinho 20/08/2017 16:44
Chegada de frente fria pode provocar ondas de até 2,5 metros20/08/2017 14:34

RIO — Um grupo de policiais militares chega, por volta das seis da manhã, para render uma equipe que estava, desde o dia anterior, numa Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) no Rio. Eles pedem autorização para entrar na favela a um mototaxista, que está parado num dos acessos ao morro. O homem se comunica por radiotransmissor com o chefe do tráfico. Enquanto a licença não é concedida, os policiais, fardados, esperam, amontoados na entrada principal da comunidade. O procedimento acontece em pelo menos sete das 38 UPPs do Rio.



Veja também
Um homem morto e duas pessoas baleadas em nono dia consecutivo com tiroteios no Jacarezinho
Rotina de violência no Rio revela drama de crianças e jovens que não conseguem estudar
Guerra de facções e associação de traficantes com assaltantes causam ‘proliferação’ de fuzis em Niterói
Moradora morre após ser baleada na cabeça durante tiroteio no Jacarezinho

Na Vila Cruzeiro, na Chatuba e no Parque Proletário da Penha — no Complexo do Alemão —, e também no Caju, na Mangueira, no São Carlos e na Rocinha, o estado voltou a perder o controle do território, num retrocesso à era pré-UPPs. Em alguns casos, os policiais são impedidos de entrar até em becos e vielas, como ocorre na Rocinha. Lá, o acesso deles é restrito às vias principais.

Os policiais também são proibidos pelo tráfico de usar o celular. Se os criminosos percebem o uso do aparelho, passam em carros com o cano do fuzil do lado de fora da janela e simulam a retirada do pino de granadas para intimidar a tropa.

A pesquisadora do Centro de Estudos de Segurança e Cidadania (CESeC) da Universidade Candido Mendes, Silvia Ramos, autora de quatro pesquisas sobre o tema UPP, confirma que, atualmente, os policiais militares vivem um dilema: ou aceitam as imposições do tráfico ou trocam tiros com os criminosos, com o risco de baixas no lado deles e também de moradores de comunidades.

— Eles podem aceitar conviver com grupos armados ilegais e ocupar parte da comunidade, o que, de certa forma, significa aceitar não patrulhar toda a favela. Isso desmoraliza a tropa. Outra solução é trocar tiros com os criminosos o tempo todo, o que é ruim para os policiais, que acabam vítimas, como também para os moradores. Temos que avaliar tudo com cautela. Vejo com muita preocupação o que está acontecendo hoje. Os policiais estão desestimulados. A solução é ter um trabalho de inteligência para a retirada das armas. Definitivamente, a solução não é disputar território e ficar trocando tiros com criminosos — opina a especialista em segurança pública.

Por nota, a Coordenadoria de Polícia Pacificadora disse que não vai comentar o fato de os policiais terem que pedir autorização ao tráfico para entrar nas favelas.











Por sua vez, os policiais que precisam pedir licença para entrar em determinadas comunidades reclamam que não tiveram treinamento adequado para os enfrentamentos nas favelas. A maior parte dos 9.500 agentes que trabalham em UPPs (de uma tropa de 45.463) está um pouco acima da categoria novatos. A maioria entrou para a polícia no concurso de 2010, que admitiu 20 mil agentes. Eles tiveram apenas seis meses de curso para aprender suas funções. A formação-relâmpago, que foi ampliada para oito meses e hoje já tem a duração de um ano, ganhou até o apelido de miojo, em referência ao macarrão instantâneo que fica pronto em três minutos.

— É desumano colocar um policial recém-formado direto numa área conflagrada há anos. A sobrevivência lá é muito difícil. Já vi um colega morrer do meu lado. Todo dia é uma batalha. Todos temos medo de morrer — disse um policial que trabalha numa favela com UPP.


PUBLICIDADE


Segundo ele, na época do Curso de Formação de Soldados (CFSD), a parte teórica era extensa, com disciplinas ligadas ao direito, além de técnicas para abordar as pessoas e mediar conflitos, justamente por causa da política implementada nas UPPs. Em compensação, as aulas práticas de tiro, não seguiam o mesmo ritmo. O policial conta que só deu 200 tiros no curso inteiro de formação, quantidade que é gasta em poucas horas na guerra que vem sendo travada no Jacarezinho, na última semana.

O sociólogo Ignacio Cano, coordenador do Laboratório de Análise da Violência (LAV) da Uerj, faz críticas ao treinamento:

— O treinamento é muito limitado. Temos uma tropa que atira pouco no curso, mas muito na rua, quando o ideal é o contrário. Há dois anos, já houve o reconhecimento de que o preparo dos policiais das UPPs era insuficiente para enfrentar determinadas situações de tensão. Alguns foram treinados novamente, mas ainda não é o suficiente. Esse negócio de pedir autorização para entrar em favela já está acontecendo há algum tempo. E ainda há situações em que o policial recebe do tráfico. A corrupção é um problema sistêmico que abrange não só todas as patentes da polícia, como o Executivo, o Legislativo e o Judiciário.
Polícia Militar durante “Operação verão” na orla de Ipanema - Marco Antônio Cavalcanti / Marco Antônio Cavalcanti

Atualmente, em 12 meses do curso de formação de soldado, os policiais aprendem um pouco mais da doutrina de guerra no Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (CFAP), em Sulacap. No local, funciona uma cidadela que reproduz os ambientes urbanos do estado. No espaço, que mais parece uma réplica das comunidades cariocas, com passagens estreitas entre as casas, os alunos treinam, por exemplo, a maneira mais segura de entrar em favelas, as chamadas “áreas vermelhas”, por causa do iminente risco de confronto. O ambiente também serve para simular ocorrências em residências.

Uma das disciplinas ministradas no local se chama Instrução Prática de Ações Táticas. Nela, o aluno aprende técnicas de sobrevivência e abordagem. A matéria foi uma das que tiveram a carga horária ampliada (de 70 para 114), desde que o novo currículo passou para 12 meses de capacitação. A mudança foi anunciada, em agosto de 2016, pelo então secretário de Segurança do Rio, José Mariano Beltrame. Com 1.437 horas de atividades, o curso passou a ser dividido em 32 disciplinas, práticas e teóricas. Uma delas é a de Tiro de Defesa, que soma 120 horas de treinamento. A primeira turma a ser submetida ao modelo atual tem 150 recrutas. Eles começaram em março deste ano e ainda não se formaram.

— Era o meu sonho entrar para a PM, e minha família sempre me apoiou. A dificuldade não pode assustar, senão a gente fica sem reação. Ela me preocupa, mas tenho plena consciência do que vou enfrentar lá fora — disse Laísa Salles, uma das 19 mulheres do curso.

A disciplina Polícia de Proximidade, voltada para melhorar a atuação dos recém-formados lotados em UPPs foi intensificada.

— Se o objetivo do treinamento é administrar conflitos de proximidade, para a boa convivência de todos (PMs e moradores) no espaço público, certamente essa socialização não é eficaz, como os dados comprovam. A ausência da Polícia Militar nessa dinâmica é absoluta. Por outro lado, o treinamento é eficiente no sentido de reprimir, de forma ostensiva, inclusive com uso desmedido da força — opina o antropólogo e professor do Departamento de Segurança Pública da UFF, Lenin Pires.

Comandante não vê problemas em curso

O coronel Roberto Vianna, que comanda a Academia de Polícia Militar Dom João VI, que forma os policiais militares, lembra que foi, no concurso de 2010, que se passou a admitir candidatos a partir de 18 anos para serem soldados. Antes, a idade mínima exigida era de 21.

— Quando vemos o mapa de distribuição dos policiais que entraram de 2010 para cá, percebemos que eles são do Rio, de Niterói e da Baixada Fluminense. Da capital, a maioria vem da Zona Oeste, dos bairros de Bangu, Realengo e Campo Grande. Também há muita gente do Méier, da Abolição e da Tijuca, na Zona Norte. Cerca de 80% têm o ensino médio, mas há aproximadamente 10% com formação superior completa ou incompleta. Nesse caso, a maioria dos graduados é da área de administração, seguido do curso de Direito — explicou Vianna.


PUBLICIDADE


O comandante discorda que haja problemas no curso de formação:

— A profissão é de uma complexidade enorme. A gente lida com seres humanos. Quanto mais preparado o policial, melhor será o desempenho dele. A formação tem muito a ver com o cenário do momento. Quanto mais complexo, mais ele precisa de treinamento. Já tivemos formação de seis meses, de oito e, agora, de 12 meses, para a UPP. A tendência é aumentar porque a situação fica mais complexa no Rio.

Na opinião de policiais e de especialistas, não é só o treinamento que tem provocado a crise nas unidades. A corrupção policial, principalmente a de oficiais, é apontada como causa, inclusive, das mortes de PMs. Ultimamente, a corporação vem punindo cada vez menos. Enquanto em 2015, 156 policiais foram excluídos, no ano seguinte, o número caiu para 96. Até março deste ano, apenas 30 foram expulsos.



Leia mais: https://oglobo.globo.com/rio/pms-precisam-ate-de-aval-do-trafico-para-entrar-em-sete-favelas-com-upps-21726058#ixzz4qKyn5z23
stest

Carismático e competente Dinailson Oliveira é bastante abraçado em evento popular no caruru de Nenete Alto Maron neste domingo

CurtirMostrar mais reações
Comentar
Comentários
Roberta DE Miranda Este é o homem
CurtirMostrar mais reações
Responder2 h

Morre o ator Jerry Lewis, aos 91 anos


Jerry Lewis morreu aos 91 anos neste domingo (20), informou a imprensa norte-americana. Conhecido como "Rei da Comédia", o ator é um dos maiores comediantes de todos os tempos. A morte dele foi noticiada pela revista "Variety", o site "TMZ", a agência de notícias Reuters e a BBC. Segundo o "Las Vegas Review-Journal", que ouviu o agente do ator, Lewis morreu em sua casa pela manhã. Além de influenciar uma geração inteira de comediantes e ser um ícone do riso, Jerry também levou conduziu causas humanitárias, como seu programa beneficiente anual do Dia do Trabalho para a Associação de Distrofia Muscular, que ele começou a apresentar em 1952. Ele se aposentou do evento em 2011. Ele alcançou a glória pela primeira vez junto com Dean Martin, com quem atuou a partir de 1946 e formou uma das duplas mais memoráveis do humor americano. Dean Martin era o elegante da dupla, especialmente quando cantava, enquanto Jerry Lewis exercia o papel do parceiro imprevisível. Os espetáculos eram totalmente abertos à improvisação. Após dez anos de sucessos demolidores nos teatros e no cinema, graças a filmes como "O marujo foi na onda" (1952) e "O rei do laço" (1956), em 24 de julho de 1956 

Resultados deste domingo (em atualização)



Bahia atropela o Vasco e incendeia a Fonte Nova


Com uma tranquilidade pouco esperada, o Esporte Clube Bahia obteve hoje à tarde atuando na Arena Fonte Nova um triunfo importante, o quinto quando jogando em casa ao vencer o Vasco pelo expressivo placar de 3 x 0, se recuperando plenamente da derrota do Domingo passado. Destaque para o Colombiano Mendoza, autor de dois gols do triunfo tricolor. Com o resultado, o Bahia soma 26 pontos e se instala na décima primeira colocação na tabela de pontuação. O novo compromisso do Esporte Clube Bahia acontece no próximo Domingo, novamente na Arena Fonte Nova novamente no mesmo horário mas desta vez enfrentando outro carioca, agora o Botafogo-RJ em jogo da 22ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A. (Futebol Bahiano)

Cliente se irrita com atendimento, atira contra açougue e mata uma pessoa no Paraná; veja


Cliente se irrita com atendimento, atira contra açougue e mata uma pessoa no Paraná; veja
Foto: Honório Silva/RPC Maringá
O cliente de um açougue matou a tiros um homem de 41 anos após se irritar com o atendimento do estabelecimento. De acordo com informações do G1, o caso aconteceu na cidade de Maringá, no interior do Paraná. O autor dos disparos atirou quando já estava dentro de sua caminhonete, deixando o local. Câmeras de segurança flagraram o momento dos tiros. Segundo a polícia, havia cerca de 20 pessoas no açougue durante o crime. Testemunhas relatam que o criminoso estava comprando frango assado e se irritou por conta da demora no atendimento. Um outro homem, de 61 anos, também se feriu com os disparos.

sábado, 19 de agosto de 2017

Prefeito Fernando Gomes e comitiva participam dos festejos de nossa senhora da Glória na vila de Muntuns tarde deste sábado

CurtirMostrar mais reações
Come

NOVO CONCURSO PARA INGRESSAR NA POLíCIA MILITAR


Concurso da PMBA, domingo (20).
Concurso da PMBA, domingo (20).

Neste domingo (20), acontecerá uma nova prova de ingressão a polícia militar e algumas vagas são destinadas a corporação baiana. As provas de conhecimentos gerais e específicos serão aplicadas para 15.338 candidatos que se inscreveram para o certame. 60 vagas são oferecidas para a PMBA, outras 30 vagas também estarão sendo disputadas, mas para aqueles candidatos que no momento da inscrição optaram pela carreira de bombeiro militar.

A concorrência calculada com base na quantidade de inscritos e do número de vagas disponíveis aponta 215/1, para os cargos na PMBA, e 80/1 para as vagas no CBMBA.

As provas acontecerão no período vespertino. Os portões dos locais de aplicação das provas serão abertos às 12h e fechados, impreterivelmente, às 12h50min.

O quê: Provas para vagas no CFO PM e BM

Onde: Colégio Raphael Serravale – Pituba – atendimento à imprensa pelo Comandante Geral

Horários: 12h às 12h50min – abertura dos portões

                14h – entrevista sobre o certame

Fonte: Cel. PM Anselmo Alves Brandão – Comandante Geral da PMBA

Presidiários de Itabuna transferidos para Serrinha


Quatro detentos do Conjunto Penal de Itabuna foram transferidos para o presídio de Serrinha na manhã deste sábado (19). São eles: Luan de Jesus (Luz Vermelha); Ronaldo Santos Silva, Rosenildo Francisco (Tica Tica) e Joseilson Cardoso (Pita). Os detentos são apontados como líderes de facções criminosas que comandam o tráfico de drogas no sul e baixo sul do estado. Segundo o coordenador regional, o delegado André Aragão, a transferência ocorreu após um trabalho de investigação que apontou os internos como mandantes de execuções de rivais e de comandarem o tráfico de drogas de dentro do presídio. Os transferidos fazem parte da facção DMP e foram identificados em uma operação realizada em março deste ano, denominada de Operação Saturno. Após as investigações, a Polícia Civil solicitou a transferência ao Ministério Público, que requereu ao Juiz da Vara de Execuções Penais. A transferência foi realizada pela Companhia Independente de Policiamento de Guarda e pela Cipe Cacaueira. Segundo a polícia, o detentos que foram transferidos tem participação nos ataques que aconteceu em Itabuna no dia 1° de julho, que vitimou o pequeno Keven Lúcio de apenas 8 anos. A criança morreu após ser atingida por um tiro de bala perdida no bairro Gogo da Ema.

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

CENAS FORTES: DOIS OPERÁRIOS MORREM ELETROCUTADOS DURANTE ACIDENTE


Dois trabalhadores de uma empresa de energia elétrica morreram eletrocutados e ainda tiveram partes dos corpos carbonizados. A fatalidade, segundo a Polícia Militar (PM) aconteceu na manhã desta quarta-feira, 16, quando os dois faziam a manutenção de uma rede elétrica.
A tragédia aconteceu na cidade de Campos de Júlio (Norte, a 550 quilômetros de Cuiabá). Uma das vítimas, segundo as primeiras informações da PM, teve parte da perna esquerda derretida com a força da descarga elétrica. As vítimas, segundo ainda a Polícia Militar local, ainda não tiveram seus nomes divulgados pela empresa responsável pelo serviço de manutenção de uma rede elétrica que estava sendo realizado pelos dois trabalhadores que morreram na hora. Assista:

 125  

Assaltantes presos no Jardim Grapiúna; "estudante" no Fátima

Um adolescente de 16 anos e Herich Maia Queiroz, 18, foram detidos pela Polícia Militar após praticarem assaltos contra mulheres nas proximidades do Hospital de Base. Com a dupla os policiais aprenderam um revólver municiado e aparelhos de celular. De acordo com a Polícia Civil, em depoimento, os acusados confessaram o crime e admitiram que iriam vender os aparelhos. Quando questionados sobre a arma, eles não souberam informar onde compraram. A polícia ainda revela que os dois articularam os roubos na casa do menor. Ambos autuados de acordo com a lei. Em outras ocorrências, na noite de ontem (17), assaltos foram registrados em diferentes localidades de Itabuna. Por volta das 18h50, na rua Independência, bairro Alto Maron, um homem tomou em assalto um celular e fugiu sentido Avenida Ilhéus. Na rua Juca Leão, Centro Comercial, por volta das 20h, dois bandidos portando arma de fogo, a bordo de uma moto 150, cor preta, tomaram em assalto a carteira de um transeunte. Por volta das 20h40, na Rua José Bonifácio, bairro Santo Antonio, dois bandidos em uma moto XRE, cor preta, roubaram um celular e um relógio de uma pessoa que passava pelo local. Hoje à tarde no bairro de Fátima, um menor de 16 anos foi apreendido ao tentar assaltar duas pessoas. Ele acabou sendo rendido por uma das vítimas. O “estudante” planejava assaltar estabelecimentos comerciais do bairro. Para se aproximar dos alvos sem levantar suspeitas, o menor usava mochila e farda de uma escola da rede estadual em Itabuna. Os assaltos eram praticados com um revólver calibre 32. Já no Complexo Policial, o menor confessou que não estuda. O fardamento e a mochila eram só disfarce. O parceiro de práticas criminosas conseguiu escapar

Polícia Civil prende 15 integrantes de quadrilha na Bahia e Sergipe


Polícia Civil prende 15 integrantes de quadrilha na Bahia e Sergipe
Foto: Divulgação / Polícia Civil
Quinze pessoas foram presas durante operação realizada nesta quinta-feira (17) pela Polícia Civil nos municípios de Rio Real (Bahia) e Indiaroba e São Cristóvão, em Sergipe. Ao todo, foram emitidos 34 mandados de prisão preventiva e 34 mandados de busca e apreensão, sendo cumpridos por 140 policiais civis baianos, entre delegados, investigadores e escrivães, além de mais de 30 viaturas. A quadrilha estava sendo investigada há mais de 10 meses pelas equipes da 2ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Alagoinhas). De acordo com o delegado titular da delegacia de Rio Real, Jobson Lucas Marques, a organização criminosa responde por mais de 20 homicídios, todos de traficantes rivais e usuários com dívidas de droga, além de casos de roubos, torturas, sequestros e extorsões. Durante a ação foram apreendidos 10 quilos de maconha e 300 trouxas da mesma droga, além de oito papelotes de cocaína, uma arma e 11 celulares. Cerca de 40 pessoas integravam a quadrilha, seguindo uma hierarquia estruturada, com divisão de tarefas delimitadas e poder de intimidação. A organização é liderada por André Luiz Conceição Ferreira, que está preso no Presídio de São Cristóvão, em Sergipe, que emite ordens através da companheira, Iraíldes Santos de Sá, a “Tico”. Há ainda o braço direito de André, Luiz Alex Sá Santos, o “Alex Neguinho”, residente em Indiaroba, que foi o principal alvo da operação. Foram presos também: Francisco Alves Santos Júnior, o “Seriguete”; Igor Souza, o “Gordo”; Tailan Souza Cardoso, o “Pezão; Ricardo dos Santos Maciel; Renilton dos Santos Moura, o “Cheiro”; Enrique Caio Oliveira Santos, o “Tchuk”; Adson Goes da Paixão; Ricardo Paulo Melo de Oliveira, o “Ricardo do Brega”; Jânio de Jesus Rosa; Eunice Felícia dos Santos; Aleci dos Santos Vieira; Rosilange Carvalho Santos; Jossilene Dos Santos de Souza; e Clécia dos Santos Vieira. Outros seis integrantes da organização criminosa já haviam sido presos em ações da policia na região. 

quinta-feira, 17 de agosto de 2017

ITAPÉ: PREFEITO VISITA OBRAS EM ANDAMENTO EM VÁRIOS PONTOS NO MUNICÍPIO




Foto: Prefeito visitando obras na Portelina

Diversas obras de infraestrutura seguem sendo executadas em Itapé. As variadas frentes de serviços podem ser vistas por toda a população em diversos cantos da cidade. E ao longo da semana, o prefeito Naeliton Rosa Pinto tem acompanhado de perto as atividades que atendem reivindicações antigas de moradores e resolvem problemas críticos de há anos.

No Bairro Luís Viana, Rua das Flores (Portelinha), por exemplo, o prefeito, acompanhado do vereador Pedro Diostenes (Pedrinho) foi conferir de perto às obras de esgotamento (foto), prestes a serem concluídas, que vai resolver um problema de saúde pública de mais de 20 anos. O local também está sendo preparado para receber pavimentação até o fim deste semestre.


Foto: vereador Pedro Diostenes (Pedrinho) ouvindo moradores da Portelinha

Em outros Bairros da cidade, a recuperação de estradas e operação tapa buracos tem recebido prioridade do governo municipal. Entroncamento, Estiva, Cândido Bispo, dentre outros, continuam com equipes de obras realizando serviços, que tem o objetivo de levar melhores condições à comunidade.

Outras ações como recuperação do trecho da zona rural que liga ao distrito da Estiva. Por lá, máquinas e uma equipe de servidores continuam intensificando melhorias das estradas, que foram danificadas com o longo período de chuvas.


Foto: Recuperação do trecho até a Estiva de Cima

As ações atendem um cronograma estabelecido pelo prefeito, executadas desde o início do ano e que estão previstas a chegar a todos os Bairros da cidade.

“Estamos acompanhando de perto as obras do município para conferir o andamento dos trabalhos. Queremos que tudo seja feito com qualidade para atender nossa população. São recursos próprios do município sendo investidos na infraestrutura, na saúde, nas frentes sociais e todos os meios que tem o objetivo de deixar nossa cidade cada dia melhor ”, destacou o prefeito.

Homicídio tentado na Juracy Magalhães


Adriano Soares dos Santos, 35 anos, morador do Vila das Dores (Canecos), foi esfaqueado duas vezes em um bar na avenida Juracy Magalhães, em Itabuna, na tarde desta quinta feira (17). Depois de uma discussão com outro homem que estava no local, Adriano foi atingido por duas facadas no tórax. Socorrido pelo Samu 192, a vítima foi encaminhada ao Hospital de Base onde se encontra no centro cirúrgico. O estado de saúde de Adriano é considerado grave. O acusado não foi localizado, mas a polícia já tem a identificação dele.

Interbairros tem nova rodada no domingo em Itabuna


Está programada para o próximo domingo (20), a segunda rodada do Campeonato Interbairros 2017, com a participação de 18 equipes que disputarão os jogos no Estádio Luiz Viana Filho e em outros cinco campos de bairros. Na primeira partida com início às 8h15, se enfrentam as equipes Núcleo da Ceplac e Novo Jaçanã, no Núcleo da Ceplac. No mesmo horário, entram em campo Vale do Sol x Fonseca, no bairro Pedro Jerônimo e Bananeira x Santa Catarina, no bairro Lomanto. Já a partir das 9h15, jogam Novo São Caetano x Novo Fonseca, no Estádio Luiz Viana Filho; São Pedro x Vila Zara, no campo do São Pedro; João Soares x Nova Califórnia, no campo da Vila das Dores e o último jogo da rodada será entre as equipes do Lomanto x Santa Catarina, no bairro Lomanto. O Campeonato Interbairros promovido pela Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (Ficc), junto com as associações de moradores, conta este ano com 55 seleções, divididas em 15 grupos com 4 equipes cada. Pelo menos 1.380 atletas de vários bairros participam da competição, que movimenta as manhã de domingo em Itabuna, atraindo torcedores e gerando emprego e renda. O campeonato, que já virou uma tradição no município, é considerado hoje, uma das maiores competições esportivas por reunir não só os atletas, mas as famílias, parentes e amigos que vão assistir as partidas, incentivando as equipes. O diretor de Esporte do Departamento de Projetos e Promoções Desportivas da Ficc, Ewerton Bonfim, lembrou que cada atleta participante recebe, gratuitamente, todo o material necessário para a competição, a exemplo de uniformes e bolas e um regulamento que deve nortear todo o campeonato

'Pixulecão' é inflado na frente da Arena Fonte Nova; Lula participa de ato no estádio


'Pixulecão' é inflado na frente da Arena Fonte Nova; Lula participa de ato no estádio
Foto: Reprodução/ Mídia Lampião
Integrantes do Movimento Brasil Livre (MBL) da Bahia inflaram no começo da noite desta quinta-feira (17) um “Pixuleco”, figura que representaria o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva com uniforme de presidiário e a inscrição 13-171, em frente à Arena Fonte Nova, onde o ex-presidente participa de atividades no primeiro dia da Caravana Lula. Por meio de uma transmissão ao vivo na página do MBL-Bahia no Facebook, o grupo conclama as pessoas para participarem do protesto contra Lula. “Venham participar dessa recepção ao Lula, aqui não tem ovada. Vamos fazer manifestação pacífica!”, brada o participante. No estádio, Lula lançará o “Memorial da Democracia” e recebe o convite do Fórum Mundial Social, que será sediado em Salvador em março de 2018. Na arena também ocorre o lançamento do livro “Comentários sobre uma sentença anunciada”, elaborado por um grupo de advogados que apoia o ex-presidente, que comenta as decisões judiciais da Operação Lava Jato. O “Pixulecão” está nas proximidades do estacionamento do Dique do Tororó. Enquanto era inflado, o MBL-Bahia clamava: “Vem, Pixulecão! Nasce!”.

Vereador é condenado por espancar a ex, arrastar pela escada e fazê-la comer terra


Vereador é condenado por espancar a ex, arrastar pela escada e fazê-la comer terra em SP
Foto: Arquivo Pessoal
Um vereador de Mongaguá, no litoral de São Paulo, foi condenado a três meses e 18 dias de prisão por ter espancado, arrastado e ter feito sua então esposa comer terra. O vereador Guilherme Prócida (PSDB) foi condenado por espancar sua ex-esposa, uma professora de Educação Física de 33 anos. A vítima alega que na véspera do Natal de 2011 discutiu com o então marido após descobrir uma traição no relacionamento e acabou ferida. "A briga ocorreu dentro da casa deles. Após relatar o que sabia ao Guilherme, ele deu diversos socos na cara dela, a puxou pelos cabelos e a arrastou pelas escadas. Ela disse que contaria a todos sobre a vida promíscua que ele mantinha, inclusive frequentando casas de swing [troca de casais]", afirmou a advogada Cristina Yoshiko Saito. Nessa mesma ocasião, o vereador fez a mulher engolir a raiz de uma planta. "Ele disse que ela tinha que comer terra para parar de falar as coisas. Depois disso, a ex-mulher saiu da cidade ameaçada e escorraçada. Ela decidiu por registrar o caso na polícia e continuar com a ação em seguida", explicou a advogada. A mulher alega que foi ameaçada por diversas vezes, chegando a receber um e-mail escrito "cuidado, você pode amanhecer boiando em um rio". A mulher se separou do vereador após o ocorrido e mora no interior de São Paulo atualmente. Guilherme Prócida é filho do prefeito da cidade, Artur Parada Prócida (PSDB). O advogado de defesa, Eugênio Malavasi, alega que o crime prescreveu. "Vamos entrar com recurso da apelação, pois não houve agressão ou ameaça, além do que, tudo já está prescrito", disse.